Fale agora com um dos nossos especialistas

Parceiros Publishers

Como a recorrência pode ajudar veículos e produtores de conteúdo?

Parcerias 8 min de leitura 22 de novembro de 2021
recorrência

A chamada era digital, conhecida pela sua revolução tecnológica e pela introdução massiva de computadores e dispositivos inteligentes no dia-a-dia dos seres humanos, trouxe consigo novas preocupações. A necessidade de adaptação para essa nova realidade tem sido um processo pelo qual todos estão passando. 

Nesse contexto, os meios de comunicação foram amplamente afetados. Os jornais e revistas impressos logo perceberam que teriam que abrir espaço para sites, e-mails e redes sociais. Nos últimos anos, influenciadores digitais, criadores de conteúdo e comunicadores independentes têm ganhado cada vez mais voz; ao mesmo tempo em que as editorias mais conhecidas e influentes conseguiram se consolidar no meio eletrônico. Um exemplo disso é a Folha de São Paulo, que passou de 218.557 exemplares digitais nos três primeiros meses de 2019 para 250.324 no início de 2020, segundo o Instituto Verificador de Comunicação  (IVC).

Além disso, especialmente nos últimos dois anos, com a crise sanitária causada pela Covid-19, a demanda pelo consumo de notícias online aumentou exponencialmente. Assim, podemos tratar dos – cada vez mais comuns – sistemas de recorrência.

O que é a recorrência e o sistema de cobrança recorrente

No dicionário, o significado de recorrência remete àquilo que é recorrente, ou seja, que se repete. Na prática, é uma ação de retorno, uma repetição frequente. Em um sistema de cobrança, pode-se afirmar que seu funcionamento parte desse mesmo princípio.

Nos negócios, a recorrência e o sistema de cobrança recorrente têm se tornado cada vez mais comuns. O motivo disso é a facilidade promovida pelo avanço tecnológico – o que permite que mais setores se utilizem dessa forma de cobrança –  e o fato das empresas e negócios buscarem cada vez mais a fidelização de clientes, estratégia bastante beneficiada por esse modelo.

Sendo assim, um sistema de assinatura se configura como um sistema recorrente. A principal característica é o modelo de pagamento que pode ser mensal, trimestral, semestral, anual, diário… enfim, qualquer possibilidade que proporcione uma espécie de volta ou retorno constante do cliente à marca. 

Os principais exemplos, nos dias atuais, são as academias e os streamings de músicas, filmes e séries. Mas a recorrência é uma velha conhecida do mercado editorial, que já costuma usar o sistema de assinatura há décadas. O grande desafio, porém, além da adaptação aos novos formatos digitais, é tornar a assinatura recorrente atrativa para o público-alvo atual. 

O grande número de informações e a facilidade de acessá-las torna mais difícil convencer o consumidor a se associar a veículos específicos. Por isso, a busca por diferenciais e por maneiras de tornar o sistema de assinatura mais personalizado tem sido uma questão constante. 

Como fazer a assinatura recorrente ser mais atraente para o público

Informação é importante para todo mundo. Desde as primeiras civilizações, a busca e divulgação de conhecimento faz parte do dia-a-dia das pessoas, por isso, é impossível pensar em declínio da comunicação.

No entanto, ao longo do tempo, os meios e formatos informativos tiveram que ser adaptados de acordo com especificações de cada época. Atualmente, a assinatura é imprescindível para a sobrevivência e lucratividade de veículos, principalmente levando em conta a alta concorrência possibilitada pela internet. 

Pensando nisso, como tornar a assinatura recorrente atraente e convencer o seu público a assinar o seu conteúdo? Separamos algumas dicas abaixo!

 

  • Planos de assinatura

 

O seu consumidor quer ter opções. Aliás, esse pode ser um dos principais motivos que o fazem pensar duas vezes antes de assinar o seu conteúdo. Os planos de assinatura permitem flexibilizar valores para que caibam no bolso do seu assinante, mas além disso, é uma ótima forma de oferecer e divulgar seus diferenciais.

Sendo assim, com planos de assinatura é possível diversificar e personalizar o conteúdo que seu público receberá, de acordo com seus interesses. Além disso, como pontuado, cada tipo de plano pode corresponder ao acesso a um dos seus diferenciais: seja o recebimento de uma newsletter exclusiva, seja o acesso a conteúdos exclusivos, a Clube de Vantagens, ou até outros tipos de benefícios. Falaremos mais sobre os diferenciais.

 

  • Aplicativo para celular

 

Cogitar ter um aplicativo para celular pode ser uma ótima alternativa! O uso de dispositivos móveis para acessar a internet está cada vez mais popular. Além disso, um app pode auxiliar em estratégias de fidelização, já que torna o retorno do usuário muito mais fácil. 

Dentro da perspectiva da assinatura recorrente, o aplicativo pode ser uma plataforma de reunião de conteúdos exclusivos, de fácil acesso a estatísticas de uso, de controle e automatização da assinatura. Um baita diferencial!

 

  • Newsletter

 

A nova queridinha! A newsletter tem aparecido como tendência. Usualmente com recebimento na caixa de e-mail, ela auxilia na divulgação de notícias, novidades e diversos tipos e diferentes canais de conteúdo. 

Pode ser um super diferencial. Como falado anteriormente, o recebimento da newsletter pode ser exclusivo para certos tipos de assinatura, oferecendo uma experiência ainda mais completa no recebimento de informações. 

 

  • Parcerias

 

Uma alternativa de diferencial pouco utilizada, mas muito útil! Parcerias comerciais podem ser a chave para alavancar assinaturas. Isso porque, através de parcerias, tanto você, quanto a outra empresa e os consumidores sairão ganhando. 

Pode ser parceria de desconto em produtos ou marcas que podem interessar o seu assinante, pode ser parceria de conteúdo com outras editorias ou produtores, pode ser parceria de acesso à outras plataformas… existe um mundo de possibilidades!

Fidelização de leitores, assinantes e consumidores

Assim como outros setores do mercado, quem trabalha com mídias já percebeu que atrair e reter o público consumidor não é tarefa fácil. Nos dias atuais, as pessoas buscam mais do que apenas a experiência de leitura, mais do que a experiência de assistir um filme, mais do que a experiência de acompanhar notícias. 

Por isso, a estratégia de fidelização do público tem sido o caminho mais procurado para manter a lucratividade de revistas, jornais, publishers e produtores de conteúdo digital de um modo geral. Através de um público fiel, pode-se pensar também na retenção e na atração de novos consumidores.

No entanto, a fidelização é uma estratégia que requer muita atenção e investimento. Como pontuado anteriormente, o público consumidor espera cada vez mais das empresas. Não basta entregar apenas o seu serviço, o seu cliente quer mais que isso. 

Pensar nessa relação se faz fundamental, e cultivar o relacionamento com o assinante em um sistema de recorrência é o primeiro passo para que a estratégia dê certo. Outras formas de entregar diferenciais, é colocar a experiência do cliente como máxima prioridade.

Para ter sucesso no seu sistema de assinatura, vale a pena investir na individualização da experiência para cada assinante, na personalização, na automação e no relacionamento com o seu consumidor, facilitando todo esse processo. Ao tornar a recorrência atraente, a sua estratégia de fidelização já estará meio caminho andado. 

Esse conteúdo foi produzido pela equipe do Blog Rede Parcerias. Conheça como um Clube de Vantagens pode ajudar na sua estratégia.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Quer saber das últimas novidades do cenário digital?